fbpx

monitor de eventos externo comparado com o MCOT

Vários estudos recentes demonstram a superioridade de rendimento do monitor de eventos externo (ELR) em relação ao holter de 24 horas no diagnóstico de várias disritmias cardíacas que se manifestam, normalmente, com sintomas de síncope e/ou palpitações.

Foi também já demonstrado que o monitor de eventos externo (ELR) tem um rendimento diagnóstico semelhante ao monitor em loop interno ILR quando estudados em tempos de utilização comparáveis.

O uso de registradores externos compartilha as características favoráveis do monitoramento holter de 24h (não invasivo, barato, fácil de usar em todos os grupos etários, reutilizável e com traçados ECG de alta qualidade). Ele poderia ser visto como uma ferramenta de primeira escolha para diagnosticar corretamente pacientes com recorrência precoce de síncope ou palpitações.

Numa abordagem passo a passo, um ILR, mais caro e invasivo, poderia ser reservado para os casos em que um diagnóstico clínico não é obtido, após um mês de monitorização com os registradores externos.

(pode ler mais sobre estes estudos no seguinte link: http://www.ecgweb.com.br/registradores-externos/).

Há alguns anos no mercado americano, o sistema de telemetria cardíaca móvel e ambulatorial MCOT é utilizado em exames complementares de diagnóstico de monitorização do ritmo cardíaco e arritmologia.

Foi realizado e publicado recentemente um estudo randomizado, prospetivo e multicêntrico que fez a comparação do rendimento de diagnóstico entre este aparelho MCOT e o monitor de eventos externo (ELR).

 

Estudo de comparação entre MCOT e ELR monitor de eventos externo  (1)

Este estudo foi realizado com um total de 266 pacientes, em 17 unidades clínicas, todos com sintomas de pré-sincope, síncope ou palpitações severas. Eles foram submetidos a um monitor de holter 24 horas e não foi encontrado o diagnóstico definitivo.

O segundo passo deste estudo foi a confirmação ou exclusão de uma provável causa arrítmica destes sintomas.

Estes doentes foram randomizados e submetidos a monitorização do ritmo cardíaco com recurso MCOT ou monitor de eventos externo (ELR), durante 30 dias.

 

 

Resultados:

O diagnóstico foi feito em 88% dos sujeitos MCOT comparados com 75% dos indivíduos de ELR (P = 0.008).

Em um subgrupo de pacientes apresentando com síncope ou pré-sincope, o diagnóstico foi feito em 89% dos indivíduos MCOT comparados com 69% dos sujeitos de ELR (P = 0.008).

MCOT foi superior em confirmar o diagnóstico de arritmias potencialmente fatais e detectar tais eventos em 55 de 134 pacientes (41%) em comparação com 19 de 132 pacientes (15%) no grupo de ELR (P < 0,001).

 

Conclusões:

MCOT forneceu um rendimento significativamente mais elevado do que os gravadores de loop externo em pacientes com sintomas sugestivos de uma arritmia cardíaca significativa.

Numa abordagem passo a passo o MCOT pode ser usado como um exame complementar de diagnóstico, quer em substituição do ELR ou mesmo como 2ª linha, caso o ELR falhe em obter um diagnóstico definitivo, por ter um maior rendimento diagnóstico que este na maioria das situações clínicas causadas por arritmias.

Assim sendo, MCOT se torna uma ferramenta de diagnóstico imprescindível para os cardiologistas clínicos e arritmologistas, uma vez que sua eficácia foi cientificamente comprovada como exame de monitorização do ritmo cardíaco em que os diagnósticos são realizados de maneira mais precoce e eficaz devido ao seu alto rendimento diagnóstico.

 

 

  1. Rothman SA, Laughlin JC, Seltzer J, Walia JS, Baman RI, Siouffi SY, et al. The diagnosis of cardiac arrhythmias: a prospective multi-center randomized study comparing mobile cardiac outpatient telemetry versus standard loop event monitoring. Journal of cardiovascular electrophysiology. 2007;18(3):241-7.

 

Conheça um pouco mais sobre a importante ferramenta de monitorização web looper.

Deixe um Comentário